Braslog Tracking

Acesse nossas redes sociais:

Você está aqui:

Chinesa terá centro de distribuição para América Latina em Uberaba

Chinesa terá centro de distribuição para América Latina em Uberaba

Multinacional chinesa anuncia implantação em Uberaba de centro de distribuição de placas de energia solar para atender ao mercado latino. O investimento é da HT-SAAE e foi apresentado pelos representantes da empresa no Brasil ao prefeito Paulo Piau (MDB), mas os detalhes de valores a serem aplicados na cidade ainda não foram divulgados.

A área para instalar o empreendimento já foi definida. São 27 mil metros quadrados em região perto do Porto Seco, local estratégico para operações de importação dos produtos. Com a definição da área, os próximos passos incluem assinatura do protocolo de intenções, deliberação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico sobre os incentivos a serem concedidos para a empresa e aprovação legislativa.

De acordo com o diretor da HT Brasil, Rodrigo Botelho, a consolidação do centro de distribuição em Uberaba considerou o posicionamento estratégico do município, além da agilidade dos processos. “Inicialmente vamos fazer a importação e distribuição para o Brasil e para a América Latina, com toda infraestrutura e suporte de engenharia, para dar suporte técnico aos clientes durante a venda. Também já estamos avançando bastante sobre o interesse em constituir uma fábrica”, informa.

Botelho posiciona que a proposta é começar a começar a construção do centro antes do fim do 2019, mas revela que um espaço na cidade já foi alugado para início imediato das operações de distribuição. “O objetivo é iniciar a obra do centro de distribuição ainda este ano. Mas, enquanto isso, inclusive para consolidar a decisão de estabelecer esta operação em Uberaba, já alugamos o galpão que está sendo reformado dentro do padrão da HT. Acreditamos que até o fim da semana que vem já estarão chegando as primeiras carretas com equipamentos para começar oficialmente o trabalho na cidade”, declara.

Os produtos da HT incluem tanto placas solares para grandes projetos, como usinas de energia fotovoltaica com a tecnologia “turn-key”, como para projetos de pequeno e médio porte, para residências e comércios. O objetivo é também trazer, aos poucos, novas tecnologias para o Brasil, como vidros, espelhos e telhas solares.

Para o prefeito Paulo Piau, o anúncio é um resultado do trabalho efetivo das articulações com investidores estrangeiros para atrair negócios para o município. “A China é onde evidentemente há muito capital em jogo. A HT é uma empresa presente em várias partes do mundo, fornece inclusive ao exigente mercado do Japão, portanto, é muito importante em nível de mercado mundial”, finaliza.

Fonte: Jornal da Manhã

Copyright © 2013 - 2019 BRaslog. Todos os direitos reservados

ColetivaWeb